autores do concelho de oliveira do bairro


AUTORES DO CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

Homenagem
Início

 


MUSEU S. PEDRO

ROTEIRO CULTURAL E
RELIGIOSO


DIOCESE DE AVEIRO

CULTURA BAIRRADINA

AUTORES DO CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

ARLINDO VICENTE

FORAL DE OLIVEIRA DO BAIRRO


LIGAÇÕES

 

Contacto
 

 

Mário da Rocha Merendeiro

Nasceu na Vila de Vagos a 19 de Junho de 1931.

Em 1942, inicia os seus estudos liceais em Aveiro, terminando a sua formação académica em Lisboa em 1954.

Ainda estudante funda e dirige com os seus colegas de curso, o jornal académico "Os Fixes", que posteriormente passou a revista com o nome de "Caravela".

Quando terminou o curso, optou por seguir a carreira de professor do Ensino Secundário, continuando no entanto com os seus trabalhos jornalísticos.

Estando em Aveiro participa na fundação do Circulo Experimental de Teatro de Aveiro (CETA).

Participa na criação da Secção de Artes Plásticas do Club dos Galitos.

Dirigiu os suplementos literários "Vae Victis" e "Diagonal". Em 1969, pela mão de Mário Sacramento, inicia o trabalho crítico literário no suplemento do "Diário de Lisboa".

Organizou e dirigiu um programa semanal radiofónico de crítica de espectáculos intitulado de "Ribalta na Praça".

Participa na fundação do Externato S. João em Vagos.

Participou na organização do I Festival de Cinema Amador que decorreu em Aveiro.

Dirigiu com Jaime Borges a primeira galeria de Arte de Aveiro.

Fundou em Aveiro o jornal "Campanha".

Foi crítico de Arte.

Colaborou com diversos órgãos de Comunicação Social, nomeadamente no jornal "O Litoral" e o "Comércio do Porto".

Reside na Quinta do Silveiro Freguesia de Oiã, Concelho de Oliveira do Bairro.

Publicou:

  • Sinfonia Incompleta (poemas), 1955;

  • Frátria (em co-autoria com Mário Sacramento), 1970;

  • Tempo de Mudança (ensaios), 1978;

  • Falência do Cristianismo Burguês, 1984;

  • Razão Secreta de uma Promoção (depoimento), 1985.