Diocese de Aveiro                


DIOCESE DE AVEIRO
 
  Introdução
  História
  Caracterização
  Paroquias
  Bispo
  Santa Joana
 


MUSEU S. PEDRO

ROTEIRO CULTURAL E
RELIGIOSO


DIOCESE DE AVEIRO

CULTURA BAIRRADINA

AUTORES DO CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

PLÊIADE BAIRRADINA

ARLINDO VICENTE

FORAL DE OLIVEIRA DO BAIRRO


LIGAÇÕES

 

Contacto
 

 

Paroquias

A B C D E F G L M N O P R S T V

A

Paroquia de Agadão
Padroeira, Santa Maria Madalena, arciprestado de Águeda
Esta Igreja era anexa da de Castanheira do Vouga, que também apresentava anualmente o prior.
Era donatário a Casa do Infantado. Pertenceu ao antigo concelho do Vouga, extinto por decreto de 31 de Dezembro de 1853, decreto que criou o concelho de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1603

^Topo

Paroquia de Aguada de Baixo
Padroeiro, S. Martinho, arciprestado de Águeda
Esta igreja era anexa da igreja de Barrô
Dom Manuel deu-lhe foral em Lisboa a 23 de Agosto de 1514.
Indérquina Pala deu, no ano de 957, à igreja de S. Salvador (Viseu) a sua vila rústica de Águeda com a respectiva igreja de S. Martinho. A 12 de Novembro do ano de 961, anexou ao Mosteiro do Lorvão diversos bens, com aquela igreja e a vila de Aguada
A 15 de Fevereiro de 1132, D. Afonso Henriques deu carta de couto ao bispo D. Bernardo da diocese conimbricense.
Tem registos paroquiais desde 1574

^Topo

Paroquia de Aguada de Cima
Padroeira, Santa Eulália, arciprestado de Águeda
Esta Igreja era da apresentação da Universidade de Coimbra
Recebeu foral dado por Dom Manuel em Lisboa a 12 de Setembro de 1514
Tem o agrupamento de Escuteiros 969, tendo como Patrono Santa Eulália
Tem registos paroquiais desde 1601

^Topo

Paroquia de Águeda
Padroeira, Santa Eulália, arciprestado de Águeda
Foi a partir desta paróquia que se criou a da Borralha.
O Padroado de Santa Eulália de Águeda era da Casa de Aveiro, tendo ido no século XVIII para a Coroa
Dom Manuel inclui Águeda no foral que deu a Aveiro em Lisboa, a 4 de Agosto de 1515. Tinha Juiz ordinário, até 1834, e era da Universidade de Coimbra
Tem Misericórdia fundada em 12.11.1859, com o lar de idosos Conde Sucena
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 01.10.1953
Tem o agrupamento de Escuteiros 141 tendo como Patrono Santa Eulália
Tem registos paroquiais desde 1608

^Topo

Paroquia de Albergaria-a-Velha
Padroeira, Santa Cruz, Arciprestado de Albergaria à Velha
A antiga freguesia de Santa Cruz de Albergaria era curato da apresentação da Igreja de vale Maior dependente do Mosteiro de Jesus de Aveiro.
Deu-lhe o nome uma albergaria fundada pela rainha Dona Teresa, mulher do conde Dom Henrique, por volta de 1120
Tem Misericórdia fundada em 05.05.1923, com lar de idosos
Centro Social Paroquial de Albergaria-a-Velha, instituído em 11.04.1983
Tem o agrupamento de Escuteiros 838, tendo como Patrono Nossa Senhora do Socorro
Tem registos paroquiais desde 1602

^Topo

Paroquia de Alquerubim
Padroeira, Santa Marinha, Arciprestado de Albergaria à Velha
A antiga freguesia de Santa Marinha de Alquerubim era priorado da apresentação alternada do Pontífice e do Bispo conforme indica o Relatório do Pároco de 1758.
Era termo da antiga vila de Paos e era sua donatária a Casa de Bragança. Segundo Viterbo, em 1085, Flamula, filha de Honorigo, fizera doação de tudo o que tinha à Igreja de Alquerubim.
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 15.12.1956
Tem registos paroquiais desde 1619

^Topo

Paroquia de Amoreira da Gândara
Padroeiro, S. Martinho, Arciprestado de Oliveira do Bairro.
Instituição da paróquia: 12-02-1930, desmembrada de Sangalhos.
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

Paroquia de Ancas
Padroeira, Nossa Senhora da Assunção, Arciprestado de Anadia
Esta paróquia era da apresentação da Casa de Aveiro e posteriormente do Padroado Real
A antiga freguesia de Nossa Senhora da Assunção de Ancas no termo da vila de Recardães era priorado da apresentação do Duque de Aveiro e depois da Casa Real.
Pertenceu ao concelho de São Lourenço do Bairro extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, passando por esse mesmo decreto ao concelho de Anadia.
Tem registos paroquiais desde 1638.

^Topo

Paroquia de Angeja
Padroeira, Nossa Senhora das Neves, Arciprestado de Albergaria à Velha
Era anexa da igreja de São Miguel de Fermelã. E dependente do convento de Jesus de Aveiro.
Teve foral dado por Dom Manuel em Lisboa a 15 de Agosto de 1514.
O concelho de Angeja, um dos mais antigos de Portugal, foi suprimido pelo decreto de 24 de Outubro de 1855.
Tem Centro Social Paroquial, instituído em 05.06.1989
Tem o agrupamento de Escuteiros 1145, tendo como Patrono Nossa Senhora das Neves
Tem registos paroquiais desde 1632.

^Topo

Paroquia de Aradas
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Aveiro
A antiga freguesia de São Pedro de Aradas era vigararia da apresentação do Convento dos Cónegos regrantes de Santo Agostinho da Serra do Pilar.
A conservação, ornamentos e paramentos da Capela-mor e da sacristia eram da responsabilidade do referido Mosteiro.
Teve foral em 1219 (segundo Pinho Leal).
Tem Centro Comunitário Paroquial de Assistência e Formação de S. Pedro de Aradas, instituído em 01.07.1977
Tem o agrupamento de Escuteiros 1157, tendo como Patrono S. Pedro
Tem registos paroquiais desde 1690.

^Topo

Paroquia de Arcos - Anadia
Padroeiro, S. Paio, Arciprestado de Anadia
Esta igreja era do Padroado real e o pároco era apresentado pelo Rei.
Teve como igreja anexa a de Mogofores.
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 23.06.1964
Tem Misericórdia fundada em 1908, com jardim-de-infância; lar de idosos “José Luciano de Castro”; Centro de Dia de Idosos Complexo “Seabra de Castro”
Tem o agrupamento de Escuteiros 221, tendo como Patrono S. Rafael
Antiga freguesia de São Paio de Arcos era priorado do padroado real, no termo da vila de Avelãs de Caminho
Tem registos paroquiais desde 1582.

^Topo

Paroquia de Arões
Padroeiro São Simão
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Esta paróquia era abadia da Apresentação dos Condes da Feira.
Foi anexa ao concelho de Oliveira de Azeméis pelo decreto de 21 de Novembro de 1895 que suprimiu o concelho de Macieira de Cambra
Pertence actualmente à Diocese do Porto
Tem registos paroquiais próprios desde 1609

^Topo

Paroquia de Avanca
Padroeira, Santa Marinha, Arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de Santa Marinha de Avanca era reitoria da apresentação do ordinário e comenda da Ordem de Cristo
Tem Centro Paroquial e Social de Stª Marinha de Avança, instituída em 26.11.1981
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 09.07.1971
Tem o agrupamento de Escuteiros 402, tendo como Patrono Santa Marinha
.Tem registos paroquiais desde 1586

^Topo

Paroquia de Avelãs de Caminho
Padroeiro, Santo António, pertence ao Arciprestado de Anadia
O Convento de Santa Clara de Coimbra era Donatária desta paróquia, cabendo ao mesmo fazer a apresentação do Pároco.
Teve foral passado em Lisboa por Dom Manuel a 13 de Novembro de 1514.
Tem registos paroquiais desde 1779

^Topo

Paroquia de Avelãs de Cima
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Anadia
Esta Igreja era do Padroado real.
Teve foral dado em Lisboa por Dom Manuel a 10 de Janeiro de 1514.
Tem o agrupamento de Escuteiros 836, tendo como Patrono S. Pedro
Tem registos paroquiais desde 1576

^Topo

B

Paroquia de Barrô
Padroeiro, Santo André, arciprestado de Águeda
A antiga freguesia de Santo André de Barrô era da apresentação da Mitra de Coimbra;
Tem o agrupamento de Escuteiros 1102, tem como Patrono Santo André
A 15 de Fevereiro de 1132, foi coutada do Bispo D. Bernardo de Coimbra, por doação de D. Afonso Henriques.
Dom Manuel deu-lhe foral em Lisboa a 12 de Setembro de 1514.
Tem registos paroquiais desde 1630

^Topo

Paroquia de Beduído
Padroeiro, S. Tiago, Arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de São Tiago de Beduído era reitoria da comenda da Ordem de Cristo no antigo concelho de Estarreja.
Tem a fundação Cónego Filipe de Figueiredo, instituída em 27.11.2004.
Tem registos paroquiais desde 1612

^Topo

Paroquia de Belazaima do Chão
Padroeiro, S. Pedro, arciprestado de Águeda
A antiga freguesia de São Pedro de Belazaima do Chão era priorado da apresentação in solidum da Casa de Bragança no termo de Aveiro e na antiga comarca de Esgueira
Tem registos paroquiais desde 1699

^Topo

Paroquia de Borralha
Padroeira, Nossa Senhora de la Salette, arciprestado de Águeda.
Instituição da paróquia: 06-02-1968.
Esta paróquia foi criada a partir da área da paróquia de Águeda.
Centro Social Paroquial da Borralha, instituição em 06.07.1992
Tem o agrupamento de Escuteiros 960, tendo como Patrono Nossa Senhora de La-Salete
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

Paroquia de Branca
Padroeiro, S. Vicente, Arciprestado de Albergaria à Velha
Era do Padroado real
Era antigamente da comarca de Estarreja, e até 24 de Outubro de 1855 do concelho de Pinheiro da Bemposta, que foi então suprimido.
Foi antigamente do Bispado de Coimbra.
Tem Centro Social Paroquial de S. Vicente da Branca. Com Instituição em 23.11.1987
Tem o agrupamento de Escuteiros 1116, tendo como Patrono S. Vicente
Tem registos paroquiais desde 1600

^Topo

Paroquia de Bunheiro
Padroeiro, S. Mateus, arciprestado de Estarreja
Centro Social Paroquial do Bunheiro. Instituição em 10.03.1997
Pertencia ao concelho de Estarreja e passou ao concelho da Murtosa pelo decreto de 29 de Outubro de 1926 que criou este concelho.
A antiga freguesia de São Mateus do Bunheiro era curato anexo à freguesia de Avanca no termo e antiga comarca da Feira, passando mais tarde a reitoria independente.
Tem Misericórdia fundada em 31.10.1933. Com em de Idosos e jardim de infância e complexo social.
Tem o agrupamento de Escuteiros 233, tendo como Patrono São Tiago
Tem registos paroquiais desde 1635

^Topo

Paroquia de Bustos
Padroeiro, S. Lourenço, Arciprestado de Oliveira do Bairro.
Instituição da paróquia: 10-03-1925, desmembrada a partir da paróquia da Mamarrosa.
Tem a Fundação Frei Gil, instituída em 15.03.1991. É uma instituição de ensino Católica
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

C

Paroquia de Cacia
Padroeiro, S. Julião, Arciprestado de Aveiro
A antiga freguesia de São Julião de Cacia era vigararia da apresentação do Mosteiro de Lorvão, no termo de Esgueira.
Em 1751 era da comarca de Esgueira, Bispado de Coimbra. Em 1839 era do concelho de Esgueira e comarca de Aveiro. Em 1852 concelho e comarca de Aveiro.
Tem Centro Social Paroquial de Cacia, Instituído em 30.11.1955
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 30.07.1954
Tem o agrupamento de Escuteiros 779, tendo como Patrono S. Julião e Santa Basílica
Tem registos paroquiais próprios desde 1648

^Topo

Paroquia de Calvão
Padroeiro, Sagrado Coração de Jesus, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 11-06-1927, desmembrada de Vagos.
Tem Centro Social Paroquial de Calvão, instituído em 27.03.1986
Tem o agrupamento de Escuteiros 850, tendo como Patrono S. Pedro
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

Paroquia de Canelas
Padroeiro, S. Tomé, Arciprestado de Estarreja
Pertencia ao convento de Jesus de Aveiro, fazendo a apresentação do pároco o reitor da igreja de Fermelã
Pertenceu ao antigo concelho de Angeja. Extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 e pelo qual passou a fazer parte de Estarreja.
Em 1839 aparece na comarca de Pinheiro da Bemposta; em 1852 no concelho de Angeja e comarca de Águeda; em 1878 era julgado de Salreu.
Teve foral a 15 de Agosto de 1514, dado por D. Manuel
Tem Centro Social Paroquial de S. Tomé de Canelas, instituído em 10.11.1987
Tem o agrupamento de Escuteiros 530, tendo como Patrono S. Tomé
.Tem registos paroquiais desde 1673.

^Topo

Paroquia da Carregosa
Padroeiro, S. Salvador
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Actualmente pertence à Diocese do porto
Tem registos paroquiais desde 1611

^Topo

Paroquia de Castanheira do Vouga
Padroeiro, S. Mamede, arciprestado de Águeda
Esta igreja era anexa da de Agadão.
Era antigamente da Comarca de Esgueira. Era sede do antigo concelho do Vouga extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853. Teve foral dado por El-Rei Dom Manuel a 6 de Junho de 1514.
Tem registos paroquiais desde 1580

^Topo

Paroquia de Castelões
Padroeiro S. Pedro.
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
A Antiga paróquia de S. Pedro de Castelões pertenceu ao Cabido da Sé de Coimbra.
Pertenceu ao concelho de Oliveira de Azeméis.
Em 1839 aparece no concelho de Macieira de Cambra e comarca de Estarreja; em 1878 no mesmo concelho e comarca de Arouca.
Actualmente pertence à Diocese do Porto.
Tem registos paroquiais próprios desde 1590

^Topo

Paroquia de Cedrim
Padroeiro, S. João Baptista, Arciprestado de Sever do Vouga
A antiga freguesia de São João Baptista de Cedrim era curato anual da apresentação do vigário de São Miguel de Ribeiradio, no Couto de Esteves, no antigo concelho de Sever.
Foi anexada ao concelho de Albergaria-à-Velha por decreto de 21 de Novembro de 1895 que suprimiu o de Sever do Vouga e voltou a este, restaurado pelo decreto de 13 de Janeiro de 1898.
Em 1839 aparece na comarca de Estarreja; em 1852 na comarca de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1610

^Topo

Paroquia de Cepelos
Padroeiro, S. João Baptista.
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro.
Foi priorato dos Condes da feira e depois da Casa do Infantado.
Em 1839, aparece na comarca de Estarreja; em 1852 na Comarca de Arouca; em 1878 no julgado de Castelões; em 1884, na Comarca de Oliveira de Azeméis.
Tem registos paroquiais próprios desde 1603
Actualmente pertence à Diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Codal
Padroeiro, S. Tiago
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Actualmente pertence à Diocese do Porto
Tem registo paroquial desde 1594

^Topo

Paroquia de Costa Nova do Prado
Padroeira, Nossa Senhora da Saúde, arciprestado de Ílhavo.
Instituição da paróquia: 16-07-1989.
Tem o agrupamento de Escuteiros 878, tendo como Patrono Arrais Gabriel Ançã
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

Paroquia de Couto de Esteves
Padroeiro, Santo Estêvão, Arciprestado de Sever do Vouga
A antiga freguesia de Santo Isidoro do Couto de Esteves, era curato da apresentação do vigário de São Miguel de Ribeiradio, no antigo concelho de Sever do Vouga.
Pertencia ao Mosteiro do Lorvão e depois foi concelho da coroa e pertencia à antiga comarca de Esgueira.
Em 1755 aparece na comarca de Esgueira; em 1839 na comarca de Estarreja; em 1852 na comarca de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1633

^Topo

Paroquia de Covão do Lobo
Padroeiro, S. Salvador, Arciprestado de Vagos
O Cura desta paróquia era da apresentação do Vigário da paróquia de S. Tomé de Mira, por sua vez dependente do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.
Competia à igreja de Santa Cruz de Coimbra a conservação da capela mor e sacristia, bem como os seus ornatos e paramentaria.
Em 1840 pertencia ao concelho de Vagos, passou a fazer parte do concelho de Mira pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853; foi anexada novamente ao concelho de Vagos pelo decreto de 24 de Outubro de 1855.
Tem registos paroquiais desde 1707

^Topo

D

Paroquia de Dornelas
Padroeira, Nossa Senhora de Fátima, Arciprestado de Sever do Vouga.
Instituição da paróquia: 08-12-1989.
Tem registos paroquiais próprios a partir da data da criação da paróquia.

^Topo

E

Paroquia de Eirol
Padroeira, Santa Eulália, Arciprestado de Aveiro
Esta paróquia era inicialmente da apresentação do Mosteiro de Grijó e após a sua extinção passou para o Convento de Mafra, que apresentava o pároco.
Pertenceu ao antigo concelho de Eixo, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 e passou para o de Aveiro por este mesmo decreto.
Teve foral a 20 de Março de 1516 dado por Dom Manuel.
Tem Centro Social Paroquial de Stª Eulália de Eirol, instituído em 21.04.1995
Tem registos paroquiais desde 1811

^Topo

Paroquia de Eixo
Padroeiro, Santo Isidoro de Sevilha, Arciprestado de Aveiro
A antiga freguesia de Santo Isidoro da antiga vila de Eixo era vigairaria da apresentação da Casa de Bragança, na antiga comarca de Esgueira.
Foi a partir do território de Eixo que no séc. XIX se criou a paróquia da Oliveirinha.
Teve foral dado por Dom Manuel em Lisboa a 2 de Junho de 1516.
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 27.11.1953
Tem registos paroquiais desde 1590

^Topo

Paroquia de Esgueira
Padroeiro, Santo André, Arciprestado de Aveiro
A antiga freguesia de Santo André da antiga vila de Esgueira era vigairaria da apresentação do Mosteiro de Lorvão.
Dom Manuel deu-lhe foral em Lisboa a 8 de Junho de 1515.
Tem Centro Social Paroquial de Stº André de Esgueira, instituído em 07.01.1993
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 23.04.1967
Tem o agrupamento de Escuteiros 136 e tendo como Patrono S. Francisco de Assis
Tem registos paroquiais desde 1594

^Topo

F

Paroquia de Fermelã
Padroeiro, S. Miguel, Arciprestado de Estarreja
Era do convento de Jesus de Aveiro. E tinha como anexa a igreja de canelas
Pertenceu ao antigo concelho de Angeja extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 e passou para o de Estarreja por este mesmo decreto.
As freiras dominicanas, do Convento de Jesus de Aveiro, apresentavam o reitor.
Teve foral a 15 de Agosto de 1514.
Tem Centro Social Paroquial de S. Miguel de Fermelã, instituído em 11.06.1982
Tem registos paroquiais desde 1580

^Topo

Paroquia de Fermentelos
Padroeiro, Santo André, Arciprestado de Oliveira do Bairro.
Instituição: 1853.
Esta paróquia foi desanexada no séc. XIIII, da paróquia de Requeixo.
O pároco era apresentado anualmente pelo reitor da Igreja de Requeixo
Em 1839 aparece na comarca de Aveiro; em 1852 na mesma comarca e no concelho de Eixo; em 1862 na comarca de Anadia e concelho de Oliveira do Bairro
Tem o agrupamento de Escuteiros 789, tendo como Patrono Santo André
Tem registos paroquiais desde 1742

^Topo

Paroquia de Fonte de Angeão
Padroeira, Nossa Senhora do Livramento, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 12-09-1945. Foi criada a partir de área da paróquia de Covão do Lobo
Tem Centro Social Paroquial de Fonte de Angeão, instituído em 04.05.1966
Tem o agrupamento de Escuteiros 826, tendo como Patrono Nossa Senhora do Livramento
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Frossos
Padroeiro, São Paio, Arciprestado de Albergaria à Velha
A antiga freguesia de São Paio de Frossos era reitoria da apresentação do Mosteiro de Jesus de Aveiro. Anexa da Igreja de S. João do Loure.
Pertenceu ao antigo concelho de Angeja, extinto pelo decreto de 31 de Janeiro de 1853 pelo qual passou para o de Albergaria.
Teve foral dado por Dom Manuel, em Lisboa, a 22 de Março de 1514.
Tem Centro Social Paroquial de S. Paio de Frossos, instituído em 15.02.2003
Tem registos paroquiais desde 1651

^Topo

G

Paroquia da Gafanha da Boa-Hora
Padroeira, Nossa Senhora da Boa-Hora, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 02-02-1948.
Foi criada a partir de área da paróquia de Vagos
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia da Gafanha da Encarnação
Padroeira, Nossa Senhora da Encarnação, arciprestado de Ílhavo.
Instituição da paróquia: 03-05-1928, desmembrada de Ílhavo.
Tem Centro Social Paroquial da Gafanha da Encarnação, instituído em 25.06.1987
Tem o agrupamento de Escuteiros 1024, tendo como Patrono Nossa Senhora da Encarnação
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia da Gafanha da Nazaré
Padroeira, Nossa Senhora da Nazaré, arciprestado de Ílhavo.
Instituição da paróquia: 31-08-1910.
Tem a Fundação Prior Sardo, instituída em 31.10.1993.
Tem Centro Social Paroquial de Nª Srª da Nazaré, instituído em 23.12.1986
Tem o agrupamento de Escuteiros 588, tendo como Patrono D. José de Lencastre
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia da Gafanha do Carmo
Padroeira, Nossa Senhora do Carmo, arciprestado de Ílhavo.
Instituição da paróquia: 06-11-1957, desmembrada de Ílhavo.
Tem o agrupamento de Escuteiros 531, tendo como Patrono Nossa Senhora do Carmo
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia da Glória – Sé
Padroeira, Nossa Senhora da Glória, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 13-10-1835, sucedendo à secular freguesia de São Miguel.
Por alvará de 11 de Outubro de 1835 constituir-se-iam duas freguesias na cidade de Aveiro. Ao sul do canal central da ria é criada a de Nossa Senhora da Glória que anexou as freguesias de São Miguel e Espírito-Santo.
Tem Misericórdia fundada em 11.12.1519, com o compromisso da Misericórdia de Lisboa de 1498. Tem Creche, Jardim-de-infância e A.T.L. em Aveiro; Centro de Dia, Lar de Idosos, apoio domiciliário e Casa-Abrigo na Oliveirinha
Em Vilar tem o agrupamento de Escuteiros 794, tendo como Patrono Santo Amaro
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 18.10.1957
Tem o agrupamento de Escuteiros 191, Patrono Santa Joana Princesa
Tem registos paroquiais desde 1860

^Topo

Antiga Paróquia do Espírito Santo
Padroeiro, Espírito-Santo.
Esta freguesia agrupava uma parte da vila muralhada com os Conventos de São Domingos de Jesus e de Santo António e estendia-se para sul, compreendendo o Cimo de Vila, Vilar, São Bernardo, Santiago e parte da Presa e da Quinta do Gato.
Esta Igreja era filial anexa da de S. Miguel.
A conservação da capela-mor e Sacristia pertenciam ao rei
Freguesia foi extinta por alvará de 11 de Outubro de 1835 e anexada pela freguesia da Glória.
Tem registos paroquiais desde 1589

^Topo

Antiga Paroquia de S. Miguel
Padroeiro, São Miguel.
O pároco era perpétuo e colado. Era freire da Ordem Militar de S. Bento da Ordem de Avis e era uma colegiada da apresentação in sólidum de Sua Magestade.
Tinha três igrejas anexas; Vera Cruz, Apresentação e Espírito Santo.
Teve Freguesia composta pela quase totalidade da vila muralhada e pelo bairro do Alboi, a ocidente.
Foi extinta por alvará de 11 de Outubro de 1835 e anexada pela freguesia da Glória.
Tem registos paroquiais desde 1562

^Topo

L

Paroquia de Lamas do Vouga
Padroeira, Santa Maria (Nossa Senhora da Assunção), arciprestado de Águeda
Foi um priorado da apresentação dos Duques de Aveiro e passou para a coroa, quando esta família se extinguiu, no reinado de Dom José.
Pertenceu ao concelho do Vouga, extinto a 31 de Dezembro de 1853.
Tem registos paroquiais desde 1577

^Topo

M

Paroquia de Macieira de Alcoba
Padroeiro, S. Martinho, arciprestado de Águeda
Esta igreja era anexa da igreja de Talhadas.
Pertenceu ao antigo concelho do Vouga extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou ao concelho de Águeda.
Em 1862 aparece na comarca e no concelho de Águeda
Tem registos paroquiais desde 1610

^Topo

Paroquia de Macieira de Cambra
Padroeira, Nossa Senhora da Natividade
Era da Apresentação Real
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Teve foral a 10 de Fevereiro de 1514
Tem registos paroquiais próprios desde 1665
Actualmente pertence à Diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Macinhata de Seixa
Padroeiro, Santo André
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Era da apresentação da real Mesa Censória
Tem registos paroquiais desde 1661
Actualmente pertence à Diocese do porto

^Topo

Paroquia de Macinhata do Vouga
Padroeiro, S. Cristóvão, arciprestado de Águeda
A antiga freguesia de São Cristóvão de Macinhata era priorado da apresentação da Casa Real.
Pertenceu ao antigo concelho do Vouga extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou ao concelho de Águeda.
Em 1839 aparece na comarca de Aveiro e em 1852 na comarca de Águeda
Tem Centro de Bem-Estar Social de Macinhata do Vouga, instituído em 09.09.1963
Tem registos paroquiais desde 1556

^Topo

Paroquia da Mamarrosa
Padroeiro, S. Simão, Arciprestado de Oliveira do Bairro
A Igreja era anexa da reitoria de Soza e cabia a este Reitor apresentar o Cura.
Foi a partir do território desta paróquia que se criou a Paróquia de Bustos.
Competia ao Duque de Lafões conservar e paramentar a capela mor e a sacristia desta igreja.
Pertenceu ao antigo concelho de Mira e passou para o de Oliveira do Bairro, pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853.
Em 1839 aparece na comarca da Figueira da Foz e no concelho de Cantanhede; em 1852 na comarca de Anadia e no concelho de Mira.
1618-1902
Tem registos paroquiais desde 1618

^Topo

Paroquia de Mira
Padroeiro, S. Tomé
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
O Pároco era da apresentação do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.
A igreja de Fonte Angeão era dependente desta, de S. Tomé de Mira
Actualmente pertence à Diocese de Coimbra

^Topo

Paroquia de Mogofores
Padroeira, Nossa Senhora da Conceição, Arciprestado de Anadia
Teve foral dado por Dom Manuel em Lisboa a 12 de Dezembro de 1514.
Em 1839 aparece na comarca de Aveiro; em 1852 na comarca de Anadia.
Tem o agrupamento de Escuteiros 772, tendo como Patrono S. Domingos Sávio
Tem registos paroquiais desde 1600

^Topo

Paroquia da Moita
Padroeiro, S. Tiago, Arciprestado de Anadia
A antiga freguesia de Santiago da Moita era priorado da apresentação do padroado Real.
Tem Centro Social Paroquial da Moita de Anadia, instituído em 21.09.1956
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 21.09.1956
Tem registos paroquiais desde 1565

^Topo

Paroquia do Monte
Padroeiro, Santo António, arciprestado da Murtosa.
Instituição da paróquia: 20-02-1932, desmembrada da Murtosa pelo bispo do Porto
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Murtosa
Padroeira, Nossa Senhora da Natividade, arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de Santa Maria de Murtosa era curato anexo à reitoria de Santiago de Beduído, no termo da vila de Estarreja.
Passou depois a freguesia independente com o título de reitoria.
Tem Misericórdia fundada em 26.03.1896. Tem um Infantário e o Patronato de S. José.
Tem Centro Social Paroquial de Stª Maria da Murtosa, instituído em 14.02.1955
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 14.02.1955
Tem o agrupamento de Escuteiros 190, tendo como Patrono Beato Nuno Alvares Pereira
Tem registos paroquiais desde 1667

^Topo

N

Paroquia de Nariz
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Oliveira do Bairro.
Instituição da paróquia: 1819. sendo desanexada da paróquia de Requeixo.
A antiga freguesia de São Pedro de Nariz era da apresentação da Casa de Bragança, no termo da vila de Esgueira.
Pertenceu ao antigo concelho de Eixo, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 pelo qual passou ao de Oliveira do Bairro.
Pelo decreto de 4 de Dezembro de 1872 foi anexada ao concelho de Aveiro.
Tem Centro Social Paroquial de S. Pedro de Nariz, instituído em 29.10.1984
Tem registos paroquiais desde 1819

^Topo

Paroquia de Nossa Senhora de Fátima
Padroeira, Nossa Senhora de Fátima, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 13-08-1960.
Tem Centro Social Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, instituído em 29.10.1986
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

O

Paroquia de Oiã
Padroeiro, S. Simão, Arciprestado de Oliveira do Bairro
Esta igreja Paroquial era anexa da de Espinhel
Em 1839 aparece na comarca e no concelho de Aveiro; em 1852 na comarca de Anadia e no concelho de Oliveira do Bairro.
Tem o agrupamento de Escuteiros 1143, tendo como Patrono S. Simão
Tem registos paroquiais desde 1600

^Topo

Paroquia de Ois da Ribeira
Padroeiro, Santo Adrião, arciprestado de Águeda
A antiga freguesia de Santo Adrião de Óis da Ribeira, era vigararia da apresentação da Casa de Bragança, passando depois a priorado. Era sua donatária a Casa de Bragança.
Esta antiga povoação que teve outrora a categoria de vila, teve foral dado por Dom Manuel a 2 de Junho de 1516.
Tem registos paroquiais desde 1657

^Topo

Paroquia de Ois do Bairro
Padroeiro, Santo André, Arciprestado de Anadia
A igreja era in solidum do Padroado do colégio de S. Tomás de Coimbra, sendo o reitor deste colégio a apresentar o pároco,
Pertenceu ao concelho de São Lourenço do Bairro, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou ao concelho de Anadia.
Dom Manuel deu-lhe foral em Lisboa a 12 de Setembro de 1514.
Em 1839 aparece na comarca de Aveiro e em 1852 na comarca de Anadia.
Tem registos paroquiais desde 1649

^Topo

Paroquia de Oliveira do Bairro
Padroeiro, S. Miguel, Arciprestado de Oliveira do Bairro
A Igreja era um padroado vitalício da apresentação do Padroado real
Teve como igreja anexa a do Troviscal.
Em 1755 aparece na comarca de Esgueira; em 1839 na comarca de Aveiro; em 1852 na comarca de Anadia.
Tem registos paroquiais desde 1544
Tem Misericórdia fundada em 1920. Com Centro Social para crianças e deficientes e lar de idosos

^Topo

Paroquia de Oliveirinha do Vouga
Padroeiro, Santo António, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 02-05-1849.
Pertenceu ao antigo concelho de Eixo, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 pelo qual passou ao de Aveiro
Centro Paroquial Social de Oliveirinha do Vouga, instituído em 14.03.1986
Tem registos paroquiais desde 1849
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Ossela
Padroeiro, S. Pedro
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
A Antiga paróquia de S. Pedro de Ossela era vigararia da apresentação do convento de Cucujães da Ordem de S. Bento no termo da Vila da Bemposta
Tem registos paroquiais próprios desde 1663
Actualmente pertence à Diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Ouca
Padroeiro, S. Martinho, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 08-06-1956.
Esta paróquia foi criada a partir da área da paróquia de Soza
Tem Centro Social e Bem-Estar de Ouca, instituído em 27.02.1980.
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

P

Paroquia da Palhaça
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Oliveira do Bairro.
Instituição da paróquia: 1804.
A antiga paróquia de São Pedro da Palhaça era reitoria da apresentação do Duque de Lafões, no termo de Aveiro. Até à criação da paróquia pertencia à Igreja de Soza
Tem Centro Social Paroquial de S. Pedro da Palhaça, instituído em 14.12.1978
Tem o agrupamento de Escuteiros 970, tendo como Patrono S. Pedro
Tem um Museu, criado em 1981 e que recebeu o decreto de erecção em 05.11.1996
Tem registos paroquiais desde 1804

^Topo

Paroquia de Palmaz
Padroeira, Santa Marinha
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Era da apresentação da Mitra de Coimbra
Tinha como anexa a igreja de Ribeiro de Fráguas
Tem registos paroquiais desde 1603
Hoje pertence à Diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Paradela
Padroeira, Nossa Senhora do Loreto, Arciprestado de Sever do Vouga
A antiga freguesia de Nossa Senhora do Loreto de Paradela era curato da apresentação da Abadia de Pessegueiro no antigo concelho de Sever.
Em 1839 aparece na comarca de Estarreja; em 1852 na comarca de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1751

^Topo

Paroquia de Pardelhas
Padroeiro, S. Lourenço, arciprestado de Estarreja.
Instituição da paróquia: 27-10-1939.
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Pardilhó
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de São Pedro de Pardilhó era curato anexo à reitoria de Santa Maria da Feira, no termo da vila da Feira
Tem Centro Paroquial de Assistência da Freguesia de Pardilhó, instituído em 30.04.1962
Tem registos paroquiais desde 1640

^Topo

Paroquia de Paredes do Bairro
Padroeiro, S. Tomé, Arciprestado de Anadia.
Instituição da paróquia: 11-12-1995.
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Pessegueiro do Vouga
Padroeiro, S. Martinho, Arciprestado de Sever do Vouga
A freguesia de São Martinho de Pessegueiro era Abadia da apresentação da Mitra de Coimbra, no antigo concelho de Sever.
Foi anexada ao concelho de Albergaria-`-aVelha, pelo decreto de 21 de Novembro de 1895, que suprimiu o concelho de Sever do Vouga, voltando a este, restaurado por decreto de 13 de Dezembro de 1898.
Em 1839 aparece na comarca de Estarreja; em 1852 na comarca de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1565.

^Topo

Paroquia de Pinheiro da Bemposta
Padroeiro, S. Paio
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Era de Apresentação real
Tem registos paroquiais desde 1610
Actualmente pertence à diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Ponte de Vagos
Padroeira, Nossa Senhora da Luz, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 11-12-1961.
Foi criada a partir da área da paróquia de Vagos
Tem o agrupamento de Escuteiros 851, tendo como Patrono Nossa Senhora da Luz
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia da Praia da Barra
Padroeira, a Sagrada Família, arciprestado de Ílhavo.
Instituição da paróquia: 16-07-1989.
Tem o agrupamento de Escuteiros 1021, tendo como Patrono S. João Baptista
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia do Préstimo
Padroeiro, S. Tiago, arciprestado de Águeda
Esta igreja era anexa da de Valongo do Vouga.
Foi outrora vila da comarca de Esgueira e no princípio do século XVIII era seu donatário Dom João de Melo. Em 1840 pertencia ao concelho do Vouga que foi extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo que passou ao de Águeda.
Tem registos paroquiais desde 1741

^Topo

R

Paroquia de Recardães
Padroeiro, S. Miguel, arciprestado de Águeda
A apresentação desta igreja era da Santa Sé e do Cabido de Coimbra, alternadamente
Foi outrora vila, pertencente à extinta comarca de Esgueira, da qual foi donatário o Duque de Aveiro e depois a coroa. Dom Manuel deu-lhe foral em Lisboa, a 20 de Março de 1516 embora conste que o primeiro foral fora dado a Recardães pelos templários no ano de 1150.
Tem Centro Social e Paroquial de Recardães, instituído em 12.07.1995
Tem o agrupamento de Escuteiros 1045, tendo como Patrono S. Miguel
Tem registos paroquiais desde 1648

^Topo

Paroquia de Requeixo
Padroeiro, S. Paio, Arciprestado de Aveiro
Foi priorado da apresentação da Casa de Bragança.
Em 1839 pertencia ao concelho de Eixo, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou para o de Aveiro.
Dom Manuel deu-lhe foral, em Lisboa, a 2 de Junho de 1516.
A Actual paróquia de Nossa senha de Fátima, foi constituída com território da paróquia de Requeixo
Tem registos paroquiais desde 1668

^Topo

Paroquia de Ribeira de Fráguas
Padroeiro, S. Tiago, Arciprestado de Albergaria à Velha
A antiga freguesia de São Tiago de Ribeira de Fráguas, no termo da vila de Bemposta, foi curato da apresentação do priorado da freguesia de Palmaz.
Em 1839 pertencia ao concelho de Pinheiro da Bemposta, extinto por decreto de 24 de Outubro de 1855, pelo qual passou para o de Albergaria.
Tem registos paroquiais desde 1618

^Topo

Paroquia de Rocas do Vouga
Padroeiro, S. João Baptista, Arciprestado de Sever do Vouga
A antiga freguesia de São João Baptista de Rocas do Vouga era curato anexo e da apresentação da freguesia de Santa Maria de Sever.
A antiga povoação pertenceu até 1834 ao Couto de Esteves.
Em 1839 aparece na comarca de Estarreja; em 1852 na comarca de Águeda.
Tem o agrupamento de Escuteiros 1986, tendo como Patrono S. João Baptista
Tem registos paroquiais desde 1638

^Topo

Paroquia de Roge
Padroeiro, S. Salvador
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Foi da apresentação da Casa da Feira
Tem registos paroquiais desde 1606
Actualmente pertence à antiga Diocese do Porto

^Topo

S

Paroquia de Salreu
Padroeiro, S. Martinho, Arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de São Martinho de Salréu, no termo da vila da Bemposta, era priorado da apresentação do Mosteiro de Lorvão
Tem o agrupamento de Escuteiros 481, tendo como Patrono S. Martinho
Em 1839 pertencia ao concelho de Pinheiro da Bemposta e em 1852 ao de Estarreja.
Tem registos paroquiais desde 1755

^Topo

Paroquia de Sangalhos
Padroeiro, S. Vicente, Arciprestado de Oliveira do Bairro
Esta igreja é uma vigararia da apresentação do Mosteiro de Santa Clara de Coimbra.
Teve como anexa a igreja de Avelãs de Caminho.
Foi do território da Igreja de Sangalhos que foi desanexada a paróquia de Amoreira da Gândara.
Tem Misericórdia fundada em 18.10.1932. Tem Jardim-de-infância, Centro de Idosos
Tem o agrupamento de Escuteiros 681, tendo como Patrono S. Vicente

^Topo

Paroquia de Santa Catarina
Padroeira, Santa Catarina, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 25-11-1987.
Tem o agrupamento de Escuteiros 911, tendo como Patrono Santa Catarina
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Santa Joana
Padroeira, Santa Joana Princesa, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 11-11-1969.
Tem o agrupamento de Escuteiros 319, tendo como Patrono Santa Joana Princesa
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Santo António de Vagos
Padroeiro, Santo António, Arciprestado de Vagos.
Instituição da paróquia: 29-06-1956.
Esta paróquia foi criada a partir de território da paróquia de Vagos.
Tem Centro Social Paroquial de Santo António, instituído em 17.10.1997
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de São Bernardo
Padroeiro, S. Bernardo, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 04-07-1955.
Tem a Fundação Padre Félix, instituída em 07.04.1989.
Tem Centro Paroquial de São Bernardo, instituído em 12.11.1971
Tem o agrupamento de Escuteiros 1088, tem como Patrono S. Bernardo
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de São Jacinto
Padroeiros, Nossa Senhora das Areias e S. Jacinto, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 03-02-1953.
Tem Centro Social Paroquial de São Jacinto, instituído em 01.03.1988
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 19.09.1956
Tem o agrupamento de Escuteiros 692, tem como Patrono Gil Eanes
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de São João de Loure
Padroeiro, S. João Baptista, Arciprestado de Albergaria à Velha
A freguesia de São João de Loure era vigairaria da apresentação do Mosteiro de Jesus da cidade de Aveiro. Mais tarde foi reitoria.
Em 1839 pertencia ao concelho de Aveiro e, em 1852, ao de Albergaria-a-Velha.
Tem registos paroquiais desde 1631

^Topo

Paroquia de São Lourenço do Bairro
Padroeiro, S. Lourenço, Arciprestado de Anadia
O Pároco no séc. XVIII era da apresentação do Marquês de Cascais
Teve foral passado por Dom Manuel datado de Lisboa a 5 de Abril de 1514.
Tem registos paroquiais desde 1600

^Topo

Paroquia de São Salvador de Ílhavo
Padroeiro, S. Salvador, arciprestado de Ílhavo
Teve foral novo dado por D. Manuel, em Lisboa, a 8 de Março de 1514.
Em 1755 aparece na comarca de Esgueira; em 1839 na comarca de Aveiro.
A apresentação do pároco era do Padroado real.
Obras, ornamentos e paramentos da capela-mor e da sacristia era da responsabilidade do pároco
Tem Misericórdia fundada em 1919. Tem centro de radiologia e fisioterapia e centros infantis.
Tem Centro Paroquial de Assistência e Formação D. Manuel Trindade Salgueiro, instituído em 15.09.1956
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 09.09.1956
Tem o agrupamento de Escuteiros 189 e tem como Patrono Nossa Senhora do Rosário
Tem registos paroquiais desde 1618

^Topo

Paroquia de Sever do Vouga
Padroeira, Santa Maria, Arciprestado de Sever do Vouga
Teve foral, dado por Dom Manuel, em Lisboa, a 29 de Abril de 1514.
Tem Misericórdia fundada em 14.01.1955. Com jardim-de-infância
Tem registos paroquiais desde 1611

^Topo

Paroquia de Silva Escura
Padroeiro, S. João Baptista, Arciprestado de Sever do Vouga
A antiga freguesia de São João Baptista de Silva Escura, no concelho de Sever, era Abadia da apresentação dos Marqueses de Fortes.
Tem Centro Social Maria da Glória Almeida Pinho, instituído em 10.05.1945
Tem registos paroquiais desde 1566

^Topo

Paroquia de Soza
Padroeiro, S. Miguel, Arciprestado de Vagos
O pároco tinha a denominação de reitor e era da apresentação do Duque de Lafões.
A Igreja da Mamarrosa era anexa desta reitoria.
As actuais paroquias da Palhaça e de Ouça foram criadas partir desta de Soza.
Teve foral, dado por Dom Manuel, em Lisboa, a 17 de Fevereiro de 1514.
A freguesia de São Miguel de Soza fazia parte da antiga comarca de Esgueira, era vigairaria da apresentação do Bispo de Coimbra.
Tem registos paroquiais desde 1619

^Topo

T

Paroquia de Talhadas
Padroeiro, S. Mamede, Arciprestado de Sever do Vouga
Esta Igreja era do Padroado real, sendo este a fazer a apresentação do pároco
A antiga freguesia de São Mamede de talhadas, no termo de Aveiro, era priorado da apresentação do padroado real.
Tem registos paroquiais desde 1627

^Topo

Paroquia de Tamengos
Padroeiro, S. Pedro, Arciprestado de Anadia
A antiga freguesia de São Pedro de Tamengos, no concelho da Mealhada, era priorado da apresentação do cabido da Sé de Coimbra.
Dom Manuel deu-lhe foral, em Lisboa, no dia 1 de Julho de 1514.
Já tinha foral velho, dado no Claustro da Sé de Coimbra, pelo Leão e Cabido, a 24 de Setembro de 1258
Tem registos paroquiais desde 1658

^Topo

Paroquia de Torreira
Padroeira, Nossa Senhora do Bonsucesso e S. Paio, arciprestado de Estarreja.
Instituição da paróquia: 23-10-1928, desmembrada do Bunheiro pelo bispo do Porto
Tem o agrupamento de Escuteiros 824, tendo como Patrono João Afonso de Aveiro
Tem registos paroquiais a partir da data de criação da Paróquia.

^Topo

Paroquia de Travanca de Grijó
Padroeiro, S. Martinho
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Foi da apresentação do Mosteiro de Grijó e depois do Convento de Mafra
Tem registos paroquiais desde 1663
Actualmente pertence à diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Travassô
Padroeiro, S. Miguel, arciprestado de Águeda
A antiga freguesia de São Miguel de Travassô, no termo da vila de Óis da Ribeira, era priorado da apresentação do Convento de Grijó e depois Convento de Mafra.
Estava incluído no foral de Segadães dado por Dom Manuel, em Lisboa, a 20 de Março de 1516.
Tem o agrupamento de Escuteiros 853, tendo como Patrono S. Miguel
Tem registos paroquiais desde 1640

^Topo

Paroquia de Trofa do Vouga
Padroeiro, S. Salvador, arciprestado de Águeda
A freguesia de São Salvador da Trofa, na antiga comarca de Esgueira, era priorado da apresentação da família Lemos.
El-Rei Dom Manuel concedeu-lhe foral, em Lisboa, a 20 de Março de 1517. Este concelho foi extinto por decreto de 31 de
Tem o agrupamento de Escuteiros 1084, tendo como Patrono S. Sebastião
Tem registos paroquiais desde 1634

^Topo

Paroquia de Troviscal
Padroeiro, S. Bartolomeu, Arciprestado de Oliveira do Bairro
Esta igreja era dependente da Igreja de Oliveira do Bairro e era o Prior de Oliveira do Bairro que fazia a apresentação do pároco.
Em 1840 pertencia ao concelho de São Lourenço do Bairro, extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou ao de Oliveira do Bairro.
A antiga freguesia de São Bartolomeu do Troviscal, no termo de Recardães, era curato anual da apresentação do prior de Oliveira do Bairro.
Tem registos paroquiais desde 1648

^Topo

V

Paroquia de Vagos
Padroeiro, S. Tiago, Arciprestado de Vagos
O Pároco era da apresentação do Abade do real Mosteiro de S. Marcos da Congregação de S. Jerónimo (Coimbra).
Desta paróquia desmembraram-se e criaram-se novas paróquias; Calvão, Santo André, Gafanha da Boa Hora, Santo António e Ponte de Vagos
Pertenceu à comarca de Esgueira de que foram donatários os Condes de Aveiro, depois Marqueses de Vagos.
Teve foral a 12 de Agosto de 1514
Tem Misericórdia fundada em 16.01.1939. Com Jardim de Infância e Centro de Dia de Idosos.
Tem o agrupamento de Escuteiros 822, tendo como Patrono Nossa Senhora de Vagos
Tem registos paroquiais desde 1624

^Topo

Paroquia de Vale Maior
Padroeira, Santa Eulália, Arciprestado de Albergaria à Velha
O lugar de Vale Maior, em 1708, pertencia à freguesia de Santa Cruz de Albergaria.
Posteriormente constituiu uma paróquia da invocação de Santa Eulália, que era reitoria da apresentação do Mosteiro de Jesus de Aveiro.
Tinha como anexa a igreja de Albergaria-a-velha
Tem Centro Social Paroquial de Santa Eulália de Vale Maior, instituído em 07.11.2001
Tem o agrupamento de Escuteiros 1178, tendo como Patrono S. Sebastião
Tem registos paroquiais desde 1615

^Topo

Paroquia de Valongo do Vouga
Padroeiro, S. Pedro, arciprestado de Águeda
A freguesia de São Pedro de Valongo era vigararia da apresentação dos da Coroa.
Teve como anexa a igreja de préstimo.
Em 1840, esta freguesia pertencia ao concelho do Vouga, extinto por decreto de 31 de Dezembro de 1853, pelo qual passou ao de Águeda
Tem Centro Social Paroquial de Valongo do Vouga, instituído em 28.07.1983
Tem o agrupamento de Escuteiros 875, tendo como Patrono S. Pedro
Tem registos paroquiais desde 1608

^Topo

Paroquia de Veiros
Padroeiro, S. Bartolomeu, Arciprestado de Estarreja
A antiga freguesia de São Bartolomeu de Veiros, no termo da vila de Estarreja. Foi curato anexo à reitoria de Santiago de Beduído
Tem registos paroquiais desde 1613

^Topo

Paroquia da Vera-Cruz
Padroeiros, Vera Cruz e Nª Senhora da Apresentação, Arciprestado de Aveiro.
Instituição da paróquia: 10-07-1572.
Esta Igreja era filial anexa da de S. Miguel.
Por alvará de 11 de Outubro de 1835 constituir-se-iam duas freguesias na cidade de Aveiro.
Ao norte do canal da ria é restabelecida a da Vera-Cruz que anexou a antiga freguesia da Apresentação.
Centro Social Paroquial da Vera-Cruz, instituído em 01.02.1972
Tem a instituição Património dos Pobres, instituída em 11.03.1969
Tem o agrupamento de Escuteiros 283, tendo como Patrono S. Gonçalo
Tem registos paroquiais desde 1572

^Topo

Antiga Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação
Padroeiro, Nossa Senhora da Apresentação.
Paróquia de Nossa Senhora das Candeias ou da Apresentação ocupava a parte norte do canal central da ria, para poente.
Esta Igreja era filial anexa da de S. Miguel.
A Capela-mor e a Sacristia pertenciam à Mesa da Consciência.
Pertencia-lhe ainda todo o território da ria desde a “cale da vila” até ao canal de Ovar.
Freguesia extinta por alvará de 11 de Outubro de 1835 e anexada pela freguesia da Vera-Cruz.
Tem registos paroquiais desde 1765

^Topo

Paroquia de Vila Chã
Padroeira Nossa Senhora da Purificação
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Era da apresentação do Convento de Arouca
Tem registos paroquiais desde 1625
Actualmente pertence à Diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Vila Cova de Perrinho
Padroeiro, S. João Baptista
Pertenceu à antiga Diocese de Aveiro
Era anexa à igreja de Roge
Tem registos paroquiais desde 1618
Actualmente pertence à diocese do Porto

^Topo

Paroquia de Vila Nova de Monsarros
Padroeiro, S. Miguel, Arciprestado de Anadia
Vila Nova de Monsarros, na antiga comarca de Coimbra, era freguesia, da invocação de São Miguel. Era da apresentação do Cabido da Sé de Coimbra.
Teve foral dado por Dom Manuel, em Lisboa, a 9 de Dezembro de 1514.
Tem registos paroquiais desde 1551

^Topo

Paroquia de Vilarinho do Bairro
Padroeiro, S. Miguel, Arciprestado de Anadia
Esta paróquia era do Padroado Real, pelo que o pároco era apresentado pela Coroa.
Teve foral passado por Dom Manuel datado de Lisboa a 5 de Abril de 1514.
Foi sede do antigo concelho de São Lourenço do Bairro extinto pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853, passando por este mesmo decreto ao concelho de Anadia.
Tem registos paroquiais desde 1610

^Topo